Em 10 de setembro comemora-se o dia internacional das línguas de sinais. Trata-se um mês especial para as pessoas surdas.

A cor azul, escolhida como símbolo da lembrança dos surdos que na segunda guerra mundial foram obrigados a usar uma faixa azul no braço para serem identificados e mortos pelos nazistas, simboliza o orgulho de ser surdo.

No Brasil, o dia 26 foi escolhido para comemorar o Dia Nacional do Surdo, dia em que foi inaugurada a primeira escola para surdos no Brasil, em 1857, na cidade do Rio de Janeiro, atualmente conhecida como Instituto Nacional de Educação de Surdos - INES.

O “Setembro Azul” é considerado um marco histórico das lutas e conquistas dos surdos, a saber, os direitos linguísticos, garantidos pela Lei 10.436 de 24 de abril de 2002, reconhecida como a Língua Brasileira de Sinais e o Decreto nº 5.626 de 22 de dezembro de 2005, regulamentando a Libras como primeira língua da pessoa surda e a língua portuguesa como segunda língua, bem como a garantia do direito a escola bilíngue.

Neste mês, referência na história da educação de Surdos, muitas comemorações integram o denominado “SETEMBRO SURDO”.

O Núcleo de Capacitação - SRE de Januária promoveu, durante a semana de comemorações, eventos de conscientização à comunidade sobre acessibilidade e respeito às diferenças e comemoração das conquistas alcançadas pela comunidade surda, ao longo dos anos.

As ações contaram com a participação dos alunos surdos, intérpretes, professores de sala de recursos, cursistas do curso de Libras do Núcleo, Escolas Estaduais, servidores da SRE, comerciantes, sendo concretizadas:

  • Blitz de conscientização sobre a importância de aprender Libras, no centro da cidade, com entrega de panfletos e adesivos;
  • Seminário de Educação Inclusiva: O ensino de Libras nas Salas de Recursos, ministrado pelo mestrando em Letras/Libras e instrutor de Libras do CAS/Janaúba;
  • Oficina de Libras para comerciantes, acadêmicos, professores e comunidade em geral;
  • Oficina de interação entre os surdos e intérpretes, com diversas dinâmicas e atividades;
  • Comemoração Dia do Surdo, em praça pública, com apresentações culturais pelos alunos das Escolas Estaduais e Oficina de Material Adaptado em Libras, realizada pelos cursistas do curso de Libras do Núcleo de Capacitação - SRE Januária.
  • Festa para os surdos, no Núcleo, com a participação dos intérpretes, cursistas, professores de sala de recursos e Analista Educacional da SER de Januária / Daniele Leão.

 

 

Avenida Marechal Deodoro da Fonseca, 130 - Centro

Januária - MG / CEP 39480-000

Temos 31 visitantes e Nenhum membro online